Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto   
Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto   
  
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Rede Cegonha



O que é a Rede Cegonha?

É uma estratégia do Ministério da Saúde que visa implementar uma rede de cuidados para assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo e a atenção humanizada à gravidez, ao parto e ao puerpério, bem como assegurar às crianças o direito ao nascimento seguro e ao crescimento e desenvolvimento saudáveis.
Esta estratégia tem a finalidade de estruturar e organizar a atenção à saúde materno-infantil no País e será implantada, gradativamente, em todo o território nacional, iniciando sua implantação respeitando o critério epidemiológico, taxa de mortalidade infantil e razão mortalidade materna e densidade populacional.

Quais são os componentes da Rede Cegonha?

São quatro os componentes da Rede Cegonha:

I - Pré-natal;
II - Parto e nascimento;
III - Puerpério e atenção integral à saúde da criança; e
IV - Sistema logístico (transporte sanitário e regulação).

Quais as modalidades de adesão à Rede Cegonha?

Adesão Regional - para o Distrito Federal e o conjunto de municípios da região de saúde priorizada na CIB, conforme critérios da Portaria GM/MS nº 2.351/2011 .

Referente à adesão aos componentes pré-natal e puerpério/atenção integral à saúde da criança, prevê duas possibilidades:

Adesão Facilitada - para os municípios que NÃO pertencem à região de saúde priorizada na CIB e que NÃO aderiram ao Programa da Melhoria do Acesso e da Qualidade (PMAQ);

Adesão Integrada - para os municípios com adesão ao Programa da Melhoria do Acesso e da Qualidade (PMAQ) que estão previstos ou não na adesão regional.

- Informações sobre Teste Rápido

- Informações sobre Balanças e Detectores Fetais

- Cursos para qualificação


Materiais de Apoio:
- 5 passos para a implantação do manejo do HIV na AB
- Nota Técnica Conjunta DAB/DAPES de 2012
- Guia orientador para a realização das capacitações para executores e multiplicadores em Testes Rápidos para HIV e sífilis e aconselhamento em DST/Aids na Atenção Básica para gestantes
- Orientações para implantação dos testes rápidos de HIV e sífilis na Atenção Básica

Notas Técnicas

Veja mais documentos
Fale Conosco:
Coordenação-Geral de Gestão da Atenção Básica/DAB
dab@saude.gov.br
Telefone: (61) 3315 5905

Área Técnica de Saúde da Mulher/DAPES
saude.mulher@saude.gov.br
Telefone: (61) 3315 9101

Área Técnica de Saúde da Criança/DAPES
crianca@saude.gov.br
Telefone: (61) 3315 9070