CAPÍTULO 8 - Relatórios

8.1 Administração dos relatórios

8.1.1 Processamento dos Relatórios

8.1.2 Configuração da Impressão

8.2 Nível de Agregação das Informações

8.2.1 Perfis de acesso e Filtros disponíveis

8.2.2 Grupo de Informações Disponíveis para Impressão

8.2.3 Filtros personalizados

8.3 Relatórios Consolidados

8.3.1 Relatório consolidado de Cadastro domiciliar e territorial

8.3.2 Relatório consolidado de Cadastro Individual

8.4 Relatórios de Produção

8.4.1 Atendimento domiciliar

8.4.2 Atendimento individual

8.4.3 Atendimento odontológico individual

8.4.4 Atividade coletiva

8.4.5 Avaliação de elegibilidade e admissão

8.4.6 Marcadores de consumo alimentar

8.4.7 Procedimentos

8.4.8 Procedimentos consolidados

8.4.9 Resumo de produção

8.4.10 Síndrome neurológica por Zika / Microcefalia

8.4.11 Visita domiciliar e territorial

8.5 Relatórios Operacionais

8.5.1 Relatório operacional de cadastro territorial

8.5.2 Relatório operacional de gestantes e puérperas

8.5.3 Relatório operacional de crianças menores de 5 anos

8.5.4 Relatório operacional de risco cardiovascular

8.6 Relatórios Descontinuados

8.6.1 Atendimentos

8.6.2 Acompanhamento

8.6.3 Procedimentos

8.6.4 Exames

8.6.5 Conduta

8.6.6 Monitoramento

8.6.7 Cadastro territorial

btModRelatorio.png

O acompanhamento das ações de saúde que são realizadas no território é uma tarefa extremamente importante do cotidiano das equipes de Atenção Básica à Saúde. Esta atividade, além de auxiliar os trabalhadores a enxergar seu território, exprime o resultado do seu esforço, podendo ser potente ferramenta de reflexão e transformação do seu processo de trabalho.

O módulo “Relatórios” permite que trabalhadores e gestores possam visualizar, de forma sintetizada e sistematizada, as ações de saúde realizadas no território. São vários tipos de relatórios, divididos em consolidados, produção, operacionais e descontinuados, e são utilizados por diferentes tipos de atores.

Caso haja dúvida em relação ao relatório, é possível acionar um balão de ajuda representado pelo símbolo Uploaded by Awesome Screenshot Extension no canto superior direito de cada tela dos relatórios.

Figura 8.1 – Tela do Relatórios exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

8.1 Administração dos relatórios

A área de administração está disponível apenas para os perfis de administração, portanto, para evitar o processamento desnecessário dos relatórios, apenas o administrador da instalação, devidamente instruído, poderá utilizá-la.

8.1.1 Processamento dos Relatórios

O processamento dos relatórios é um processo diário e incremental iniciado a meia-noite (0h) do próximo dia, a partir dos itens registrados ou enviados por meio do sistema. Este processo é ativado sempre que o usuário clica em Gerar/Transmitir os dados para envio ao SISAB, ver Seção 3.6.3.2.

 Nesta funcionalidade, conforme podemos ver na Figura 8.2, é possível Marcar para reprocessamento  ou forçar o processamento  dos dados dos relatórios do sistema. A primeira funcionalidade permite que os dados dos relatórios, mesmo os dados que já foram processados, sejam reprocessados junto ao fluxo automático do sistema. A segunda funcionalidade força o processamento a ser executado de imediato.

 ATENÇÃO: a funcionalidade de “Forçar o processamento” pode ser um tanto dispendioso para a aplicação, a depender do tamanho da base de dados, podendo gerar lentidão para os outros usuários. Portanto, sempre que possível utilize a opção “Marcar para reprocessamento”.".

Figura 8.2 – Tela Processamento de Relatórios exibida somente com o perfil de administrador

Fonte: SAS/MS.

8.1.2 Configuração da Impressão

Para evitar que consultas muito grandes criem uma carga exagerada no servidor da aplicação, por meio desta funcionalidade é possível configurar o fator que determinará quantos grupos de informações podem ser selecionados ao mesmo tempo, e ainda o período máximo, em meses, que poderá ser definido como intervalo para filtrar em cada relatório.

Figura 8.3 – Tela de Configuração de Impressão exibida somente com o perfil de administrador

Fonte: SAS/MS.

 DICA: o fator de carga no sistema, em relação à geração de um relatório, está relacionado com a capacidade de processamento do computador que está sendo utilizado, bem como com a quantidade de registros dentro do sistema/instalação. Caso a geração de relatórios prejudique o desempenho do sistema, opte por uma configuração com fatores menores.

Após finalizar a configuração clique em Salvar  para ativar a nova configuração.

8.2 Nível de Agregação das Informações

O Sistema e-SUS AB, como sistema de gerenciamento de dados e informações da Atenção Básica, traz grande avanço no que diz respeito à segurança, sigilo e confidencialidade dos dados de saúde dos cidadãos. Isso quer dizer que apenas os profissionais que participam do atendimento ao cidadão têm acesso aos seus dados de saúde.

Atualmente, os relatórios do e-SUS AB disponibilizam informações agregadas, por meio dos relatórios consolidados e de produção, além dos relatórios operacionais, com informações individualizadas (Figura 8.1). Também estão disponíveis os relatórios que foram descontinuados no sistema. A seguir uma breve explicação sobre os agrupamentos dos relatórios no sistema:

  • Relatórios consolidados:  são os relatórios que permitem uma visualização da situação cadastral consolidada, de acordo com a data selecionada, permitindo ao usuário ver a informação mais atual até aquele momento. Ver seção 8.3 para mais detalhes sobre os relatórios.

  • Relatórios de produção: são relatórios, com informações agregadas, dos registros de produção do sistema, ou seja, os relatórios que permitem uma visualização agregada das informações, tais como: o atendimento individual, odontológico, domiciliar (SAD), atividade coletiva, procedimentos, entre outros, bem como relatórios de resumo de produção. Ver seção 8.4 para mais detalhes sobre os relatórios.

  • Relatórios operacionais: são os relatórios que apresentam as informações individualizadas e identificadas da situação de saúde dos cidadãos do território. Estes relatórios são acessados apenas pelos trabalhadores das Unidades Básicas de Saúde, pois trazem dados relacionados ao cuidado individual do cidadão. Esta medida serve para proteger a individualidade e o direito à privacidade dos usuários do SUS, da mesma forma que é preservado o sigilo durante a relação trabalhador da saúde e usuário do serviço. Ver seção 8.5 para mais informações os relatórios disponíveis.

  • Relatórios Descontinuados: são os antigos relatórios do sistema. Foram mantidos no sistema apenas para facilitar o processo de transição para o novo modelo de relatórios. Ver seção 8.6 para mais detalhes sobre os relatórios.

8.2.1 Perfis de acesso e Filtros disponíveis

Para a geração dos relatórios estão disponíveis diversos tipos de filtros de acordo com o tipo de perfil utilizado pelo usuário, obedecendo o seu papel na estrutura da saúde no município. Os relatórios consolidados de atendimento, acompanhamento, procedimentos, exames, conduta e monitoramento possuem estrutura de filtros iguais como descrito a seguir.

O gestor municipal, seja ele o próprio secretário, coordenador da Atenção Básica ou outros profissionais que fazem parte da equipe de gestão, terá opções de visualização no âmbito de todo o município. Desta forma, é possível utilizar filtros para a totalização dos dados nos relatórios em relação ao “Período”, “Unidade saúde”,  “Equipe”, “Profissional” e “Categoria Profissional”, como mostra a Figura 8.4.

Figura 8.4 – Tipos de filtro de gestor municipal

Fonte: SAS/MS.

 NOTA: as opções “Profissional” e “Categoria profissional” não podem ser utilizadas em conjunto. É possível filtrar as informações do relatório por  profissional ou por uma categoria profissional.

O perfil de coordenador da UBS terá acesso apenas a dados do serviço de saúde sob sua gestão. É possível utilizar filtros para a totalização dos dados nos relatórios de acordo com as vinculações de unidade de saúde e equipe de saúde registradas no CNES. Estão disponíveis os filtros “Período”, “Equipe”, “Profissional” e “Categoria Profissional”, como mostra a Figura 8.5.

Figura 8.5 – Tipos de filtro de coordenador de UBS

Fonte: SAS/MS.

Já os trabalhadores de saúde têm acesso aos relatórios consolidados, porém apenas aos dados produzidos por sua equipe. É possível utilizar, para a totalização dos dados nos relatórios, os filtros “Período”,  “Minha equipe” ou apenas “Minhas produções”, como mostra a Figura 8.6.

Figura 8.6 – Tipos de filtro de trabalhador de saúde

Fonte: SAS/MS.

8.2.2 Grupo de Informações Disponíveis para Impressão

Os relatórios consolidados e de produção, tem um modelo padronizado para ativar ou desativar os grupos de informações a serem disponibilizados no impresso do relatório. Conforme vemos na Figura 8.7, usando como exemplo o relatório de Atividades Coletivas, podemos fazê-lo por meio da seleção do checkbox correspondente ao grupo de informações do relatório.

Figura 8.7 – Tipo de seleção dos grupos de informação

Fonte: SAS/MS.

Para configurar o impresso do relatório realize os passos a seguir:

  1. Abra a opção de seleção dos grupos de informação  clicando no botão de dropdown .

  1. Marque ou desmarque o checkbox, conforme a necessidade. Caso o checkbox esteja marcado , o grupo será mostrado no impresso, caso contrário , o grupo não será mostrado.

Todos os grupos de informações vem ativados por padrão nos relatórios. Utilize as opções Selecionar Todos  e Limpar , para marcar todos os grupos de informação ou desmarcar todos os grupos, respectivamente.

8.2.3 Filtros personalizados

As opções de filtros personalizados possibilitam ao usuário filtrar as informações do relatório. Para usar filtros personalizados realize os passos a seguir:

Passo 1. Na opção “Filtros personalizados” selecione na opção “Campo filtro” o item que deseja filtrar informações e clique em adicionar .

Passo 2. Ao selecionar um dos itens do “Campo filtro”, serão apresentadas outras opções de filtro.

Passo 3. Selecione o(s) iten(s) desejado(s), clicando marcando cada checkbox do item que irá filtrar o relatório. No caso em destaque, selecione para “Destino do lixo” o item “Céu aberto” , por exemplo, para filtrar os cadastros onde os domicílios tem lixo a céu aberto.

Passo 4. Para filtrar outros itens para compor um mesmo relatório, basta seguir os passos anteriores.

  • Caso queira remover um filtro, basta excluir o item do campo  “filtro personalizado”, usando o botão “Excluir” .

8.3 Relatórios Consolidados

Figura 8.8 - Tela do Relatórios consolidados exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os relatórios consolidados trazem o estado atual do registro para um determinado conjunto de informações. Estes seguem o modelo padrão de estruturação dos relatórios, porém o usuário ao invés de selecionar um período, selecionará a data limite para consolidação dos dados.

Figura 8.9 - Tela do Relatório Consolidado de Cadastro Individual

Fonte: SAS/MS.

8.3.1 Relatório consolidado de Cadastro domiciliar e territorial

Este relatório reflete o consolidado do estado atual do cadastro domiciliar e territorial, contém as informações registradas por meio da ficha de Cadastro domiciliar e territorial, bem como do Aplicativo do e-SUS AB Território, quando este estiver sendo utilizado.

Figura 8.10 - Tela do Relatório de cadastro domiciliar e territorial exibida com o perfil de coordenação

Fonte: SAS/MS.

Os “grupos de informações disponíveis para impressão” e as opções de campos para “filtros personalizados” são:

  • Tipo de imóvel
  • Condições de moradia
  • Situação de moradia / Posse da terra
  • Localização
  • Tipo de domicílio
  • Condição de posse e uso da terra
  • Tipo de acesso ao domicílio
  • Material predominante na construção das paredes externas
  • Disponibilidade de energia elétrica
  • Abastecimento de água
  • Água para consumo no domicílio
  • Forma de escoamento do banheiro ou sanitário
  • Destino do lixo
  • Animais no domicílio
  • Famílias - Renda familiar

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Cadastro Domiciliar e Territorial.

8.3.2 Relatório consolidado de Cadastro Individual

Este relatório reflete o consolidado do estado atual do cadastro individual, contém as informações registradas por meio da ficha de Cadastro Individual, bem como do Aplicativo do e-SUS AB Território, quando este estiver sendo utilizado.

Figura 8.11 - Tela do Relatório de cadastro individual exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Dados gerais
  • Identificação do usuário / cidadão
  • Faixa etária
  • Sexo
  • Raça / Cor
  • Etnia
  • Nacionalidade
  • Informações sociodemográficas
  • Relação de parentesco com o responsável familiar
  • Ocupação
  • Qual é o curso mais elevado que frequenta ou frequentou
  • Situação no mercado de trabalho
  • Crianças de 0 a 9 anos, com quem fica
  • Orientação sexual
  • Identidade de gênero
  • Deficiência
  • Outras informações sociodemográficas
  • Tipo de saída do cidadão do cadastro
  • Condições / Situações de saúde gerais
  • Sobre seu peso, você se considera
  • Doença respiratória
  • Doença cardíaca
  • Problemas nos rins
  • Cidadão em situação de rua
  • Tempo em situação de rua
  • Quantas vezes se alimenta ao dia
  • Qual a origem da alimentação
  • Tem acesso à higiene pessoal

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Cadastro Individual.

8.4 Relatórios de Produção

Os relatórios de produção trazem os dados (eventos) agregados em um determinado período, orientado pelo bloco de informação dentro do sistema. Os blocos de informações são organizados de forma similar ao formato de envio dos registros ao SISAB. Atualmente os blocos disponíveis são:

  • Atendimento domiciliar
  • Atendimento individual
  • Atendimento odontológico individual
  • Atividade coletiva
  • Avaliação de elegibilidade e admissão
  • Marcadores de consumo alimentar
  • Procedimentos
  • Procedimentos consolidados
  • Resumo de produção
  • Síndrome neurológica por Zika / Microcefalia
  • Visita domiciliar e territorial
  • Vacinação

Figura 8.12 - Tela de Relatório de produção exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Nas seções seguintes são detalhados cada bloco de informação.

8.4.1 Atendimento domiciliar

Este relatório contabiliza os dados referentes aos atendimentos domiciliares dentro do período determinado, tendo como fonte de informação as Fichas de Atendimento Domiciliar ou do Aplicativo e-SUS AD, que são de uso exclusivo do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD).

Figura 8.13 - Tela do Relatório de atendimento domiciliar exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Turno
  • Sexo
  • Faixa etária
  • Local de atendimento
  • Modalidade AD
  • Tipo de atendimento
  • Condições avaliadas
  • Condições avaliadas (CID10)
  • Condições avaliadas (CIAP2)
  • Conduta / Desfecho
  • Procedimentos
  • Outros procedimentos (SIGTAP)

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Atendimento Domiciliar.

8.4.2 Atendimento individual

Este relatório contabiliza os dados referentes aos atendimentos individuais dentro do período determinado, tendo como fonte de informação às Ficha de atendimento individual e os Atendimentos realizados no PEC.

Figura 8.14 - Tela do Relatório de cadastro individual exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Dados gerais
  • Turno
  • Sexo
  • Faixa etária
  • Local de atendimento
  • Tipo de atendimento
  • Atenção domiciliar
  • Racionalidade em saúde
  • Criança - Aleitamento materno
  • NASF / Polo
  • Conduta / Desfecho
  • Encaminhamento
  • Problemas / Condições avaliadas
  • Problemas / Condições avaliadas - Doenças transmissíveis
  • Problemas / Condições avaliadas - Rastreamento
  • Problemas / Condições avaliadas - Outros CIAP2
  • Problemas / Condições avaliadas - Outros CID10
  • Exames solicitados e avaliados
  • Exames - Triagem neonatal
  • Outros exames solicitados e avaliados (código do SIGTAP)

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Atendimento Individual.

8.4.3 Atendimento odontológico individual

Este relatório contabiliza os dados referentes aos atendimentos odontológicos individuais dentro do período determinado, tendo como fonte de informação as Fichas de atendimento odontológico individual e os Atendimentos odontológicos realizados no PEC.

Figura 8.15 - Tela do Relatório de cadastro individual exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Dados gerais
  • Turno
  • Sexo
  • Faixa etária
  • Local de atendimento
  • Tipo de atendimento
  • Tipo de consulta
  • Vigilância em saúde bucal
  • Procedimentos
  • Outros procedimentos (SIGTAP)
  • Fornecimento
  • Conduta / Desfecho
  • Encaminhamento
  • Problema/ Condições avaliadas
  • Condições avaliadas (CID10)
  • Condições avaliadas (CIAP2)

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Atendimento Individual Odontológico.

8.4.4 Atividade coletiva

Este relatório contabiliza os dados referentes às atividades coletivas dentro do período determinado, tendo como fonte de informação os registros das Fichas de atividade coletiva.

Figura 8.16 - Tela do Relatório de atividade coletiva exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Turno
  • Programa Saúde na Escola
  • Atividade
  • Público alvo
  • Temas para saúde
  • Práticas em saúde
  • Outros procedimentos coletivos
  • Temas para reunião

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Atividade Coletiva.

8.4.5 Avaliação de elegibilidade e admissão

Este relatório contabiliza os dados referentes às avaliações de elegibilidade e admissão dentro do período determinado, tendo como fonte de informação as Fichas de avaliação de elegibilidade e admissão, bem como os registros de avaliação de elegibilidade do Aplicativo e-SUS AD. Estes instrumentos são de uso exclusivo do SAD.

Figura 8.17 - Tela do Relatório de atividade coletiva exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Turno
  • Dados gerais
  • Etnia
  • Sexo
  • Raça / Cor
  • Nacionalidade
  • Faixa etária
  • Procedência
  • Condições avaliadas
  • CID-10
  • Conclusão / Destino
  • Destino elegibilidade
  • Motivo inelegibilidade
  • Cuidador

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Avaliação de Elegibilidade e Admissão do SAD.

8.4.6 Marcadores de consumo alimentar

Este relatório contabiliza os dados referentes aos marcadores de consumo alimentar dentro do período determinado, tendo como fonte as fichas de Marcadores de consumo alimentar.

Figura 8.18 - Tela do Relatório de marcadores de consumo alimentar exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Faixa etária
  • Sexo
  • Local de atendimento
  • Crianças menores de 6 meses
  • Crianças de 6 a 23 meses
  • Ontem, quantas vezes a criança comeu fruta inteira, em pedaços ou amassada?
  • Ontem, quantas vezes a criança comeu comida de sal (de panela, papa ou sopa)?
  • Como comida de sal foi oferecida (de panela, papa ou sopa)?
  • Crianças com 2 anos ou mais, adolescentes, adultos gestantes e idosos
  • Quais refeições você faz ao longo do dia?

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a ficha Marcadores de Consumo Alimentar.

8.4.7 Procedimentos

Este relatório contabiliza os dados referentes aos procedimentos dentro do período determinado, tendo como fonte as Fichas de procedimentos ou os registros de procedimentos no PEC.

Figura 8.19 - Tela de Relatório de procedimentos exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Turno
  • Faixa etária
  • Sexo
  • Local de atendimento
  • Dados gerais
  • Procedimentos / Pequenas cirurgias
  • Teste rápido
  • Administração de medicamentos
  • Outros procedimentos (SIGTAP)

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Procedimentos.

8.4.8 Procedimentos consolidados

Este relatório contabiliza os dados referentes aos procedimentos consolidados dentro do período determinado, tendo como fonte as Fichas de procedimentos e os registros de procedimentos no PEC.

Figura 8.20 - Tela de Relatório de procedimentos consolidados exibida com o perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados tem apenas a opção do bloco de Procedimentos Consolidados.

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Procedimento, especialmente sobre o bloco de procedimentos consolidados.

8.4.9 Resumo de produção

Este relatório contabiliza a produção de todos os registros realizados por tipo de ficha.

Figura 8.21 - Tela de Resumo de produção exibida com perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os registros onde é informado o CNS do cidadão são apresentados como "Identificados", já os registros sem CNS são os "Não identificados". Ou seja, por meio desse relatório pode-se monitorar o percentual de ações que ficam vinculadas ao prontuário do cidadão e aquelas que terão apenas finalidade estatística. Idealmente se espera que o máximo de registro sejam identificados.

Figura 8.22 - Exemplo do Relatório de Resumo de Produção

Fonte: SAS/MS.

8.4.10 Síndrome neurológica por Zika / Microcefalia

Este relatório contabiliza os dados referentes ao registro complementar dos atendimentos de síndrome neurológica por Zika / Microcefalia dentro do período determinado , tendo como fonte de informação os registros da Ficha complementar de Síndrome neurológica por Zika / Microcefalia, bem como os atendimentos no PEC.

Figura 8.23 - Tela do Relatório da ficha complementar - Síndrome neurológica por Zika/Microcefalia exibida com perfil de profissional da equipe de AB.

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Turno
  • Resultado de Teste do olhinho (Reflexo vermelho)
  • Resultado de Exame de fundo de olho (02.11.06.010-0 - Fundoscopia)
  • Resultado de Teste da orelhinha - PEATE (02.11.07.027-0 - Potencial evocado auditivo para a triagem auditiva)
  • Resultado de US transfontanela (02.05.02.017-8 - Ultrassonografia transfontanela)
  • Resultado de Tomografia computadorizada (02.06.01.007-9 - Tomografia computadorizada do crânio)
  • Resultado de Ressonância magnética (02.07.01.006-4 - Ressonância magnética de crânio)

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha complementar de Síndrome neurológica por Zika / Microcefalia.

8.4.11 Visita domiciliar e territorial

Este relatório contabiliza os dados referentes às visitas domiciliares dentro do período determinado, tendo como fonte de informação as Fichas de visita domiciliar e territorial  ou o Aplicativo e-SUS AB Território

Figura 8.24 - Tela do Relatório de visita domiciliar e territorial exibida com perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Turno
  • Tipo de imóvel
  • Faixa etária
  • Sexo
  • Visitas compartilhadas
  • Motivo de visita
  • Geral
  • Busca ativa
  • Acompanhamento
  • Controle ambiental / vetorial
  • Desfecho

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Visita Domiciliar e Territorial.

8.4.12 Vacinação

Este relatório contabiliza os dados referentes a administração dos imunobiológicos dentro de um período determinado, tendo como fonte de informação as Fichas de vacinação ou por meio do registro no PEC.

Figura 8.25 - Tela do Relatório de vacinação exibida com perfil de profissional da equipe de AB

Fonte: SAS/MS.

Os grupos de informações disponíveis para impressão e as opções de campos para filtros personalizados são:

  • Resumo de produção
  • Turno
  • Sexo
  • Faixa etária
  • Local de Atendimento
  • Dados gerais
  • Imunobiológico
  • Estratégia
  • Dose
  • Lote
  • Fabricante

 NOTA: Para mais informações sobre as variáveis e as opções de filtro, consulte o Manual de Preenchimento das Fichas do CDS sobre a Ficha de Vacinação.

8.5 Relatórios Operacionais

Os relatórios operacionais foram criados para auxiliar os trabalhadores das equipes de Atenção Básica no acompanhamento da situação de saúde dos usuários adscritos no território[1]. Estes relatórios são acessados apenas pelos perfis de trabalhadores de saúde das equipes e coordenadores de UBS, tendo em vista as questões de segurança, privacidade e sigilo já tratadas no início deste capítulo.

Os quatro relatórios operacionais auxiliam a equipe a monitorar e acompanhar a situação de saúde dos cidadãos. Neste momento, cada um traz informações detalhadas dos indivíduos de acordo com a condição apresentada nos registros de saúde do e-SUS AB, seja por meio da Coleta de Dados Simplificada, seja por meio do Prontuário Eletrônico do Cidadão.

Nesta versão, estão disponíveis quatro tipos de relatórios operacionais, como mostra a Figura 8.26, abaixo:

Figura 8.26 – Tipos de relatório operacional

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

Cada relatório trata de linhas de cuidados diferentes, além do relatório de cadastro territorial. Falaremos sobre cada um com mais profundidade mais adiante.

Para a geração dos relatórios, os profissionais podem utilizar alguns filtros que ajudam a organizar a forma como as informações serão mostradas. Da mesma forma que os relatórios consolidados, os relatórios operacionais possuem filtros que dependem do tipo de perfil utilizado. Há uma diferença entre os filtros utilizados no relatório de cadastro e nos relatórios por linha de cuidado. Por padrão, os Coordenadores de UBS tem acesso a estes relatórios por equipe caso haja mais de uma equipe vinculada à UBS. Os profissionais acessam apenas os dados em relatório operacional apenas daqueles cidadãos adscritos a sua equipe.

8.5.1 Relatório operacional de cadastro territorial

O Relatório Operacional de Cadastro Territorial traz informações essenciais sobre os cidadãos cadastrados no território por meio das fichas de Cadastro Individual e Cadastro Domiciliar da Coleta de Dados Simplificada (CDS). Nele, é possível visualizar os agrupamentos de indivíduos que compõem uma família, com seu responsável em destaque, os agrupamentos das famílias nos domicílios e os domicílios, de acordo com a microárea a que pertencem.

Para estes relatórios, é possível optar tanto pelo relatório “Cadastro territorial” , onde são apresentados a composição dos núcleos familiares organizados por microárea e logradouro (Figura 8.27), quanto pelo relatório “Inconsistências do cadastro territorial (Figura 8.29). Para listar apenas o cadastro é necessário selecionar um INE (caso seja um Coordenador de UBS) e uma microárea[2]. Caso estes campos fiquem em branco, será gerado um relatório com todos os cadastros relacionados a esta UBS. Caso seja selecionada a opção de inconsistências, serão habilitadas as situações de inconsistência, sendo obrigatória a seleção de pelo menos um item.  

Figura 8.27 – Filtro do relatório operacional de cadastro

Fonte: SAS/MS.

Ao selecionar o relatório de Cadastro Territorial, uma lista com informações sobre o território como microárea, endereço, dados de identificação e contato dos cidadãos serão exibidos, como mostra o exemplo da Figura 8.28.

Figura 8.28 - Exemplo de Relatório de Cadastro - Cadastro Territorial

Uploaded by Awesome Screenshot Extension
Fonte: SAS/MS.

O relatório de inconsistências permite a visualização do tipo de incoerência em relação ao cidadão, seu núcleo familiar, vínculo com responsável familiar e domicílio. Com estas informações, é possível realizar as adequações para manter a consistência do cadastro do território, permitindo maior fidedignidade nas informações em relação aos indivíduos, assim como, as famílias adscritas no território da equipe.

Ao selecionar a opção “inconsistências do cadastro territorial”, oito inconsistências possíveis ficarão disponíveis, sendo relacionadas ao domicílio ou família e relacionadas aos cidadãos individualmente.

Figura 8.29 - Tela do Relatório de Cadastro - Inconsistências

Fonte: SAS/MS.

A impressão deste relatório apresentará dois blocos distintos por INE e microárea: cidadãos com dados inconsistentes e domicílios com dados inconsistentes. Cada bloco apresenta os dados  de identificação do cidadão ou do domicílio inconsistente, acrescido da identificação do tipo de inconsistência, como mostra o exemplo na Figura 8.30.

Figura 8.30 - Exemplo de Relatório de Inconsistência do Cadastro Territorial

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

8.5.1.1 Critérios de Inclusão e Exclusão do relatório de Cadastro Territorial

Ao observar o relatório de Cadastro Territorial deve-se estar atento aos critérios de inclusão e exclusão dos registros exibidos no relatório, tal como segue:

  • Inclusão:
  • As fichas de cadastro domiciliar e cadastro individual devem pertencer ao mesmo CNES da lotação do profissional;
  • As famílias devem estar cadastradas de acordo com as regras de composição do núcleo familiar, identificadas a partir do CNS do Responsável Familiar.
  • As informações das fichas de cadastro com a data mais atual são exibidas  da seguinte forma:
  • Caso sejam ​dados globais​, considerar a informação mais atual, independente da equipe que a registrou;
  • Caso sejam dados não globais​, considerar a informação mais atual, da equipe que a registrou.
  • Considerar somente as fichas de cadastro domiciliar que possuem "Tipo de imóvel" igual a "01 - Domicílio";
  • Exclusão:
  • Não deve ter sido informado na ficha de cadastro individual os campos "mudança de território" ou "óbito";
  • Famílias não devem estar cadastradas de acordo com Regras de inativação do núcleo familiar;
  • Cidadãos não devem estar cadastrados com inconsistências

8.5.1.2 Critérios de Inclusão do relatório de Inconsistência

Ao observar o relatório de Inconsistências deve-se estar atento aos critérios de inclusão no relatório, tanto em relação ao cadastro individual do cidadão, quanto para o núcleo familiar ao qual ele pertence, tal como segue:

  • Núcleo Familiar:
  • Família excluída durante a atualização do cadastro (1): Quando a atualização do cadastro domiciliar não possuir mais o registro da família cadastrada na última visita.
  • Para remover a inconsistência deve-se registrar o CNS do Responsável Familiar em um Cadastro Domiciliar, vinculando a família a um domicílio.
  • Responsável sem cadastro individual (2): Não existe uma ficha de cadastro individual para o responsável familiar, com CNS, indicado na ficha de cadastro domiciliar.
  • Para remover a inconsistência deve-se cadastrar o Responsável Familiar informando o CNS na ficha de cadastro individual.
  • Responsável não declarado no cadastro individual (3): No cadastro individual do responsável familiar, o campo "Responsável familiar" é marcado como "Não" ou está em branco.
  • Para remover a inconsistência a ficha de cadastro individual do responsável deve ser atualizada, registrando "Sim" no campo de "Responsável familiar".
  • Responsável em outro domicílio mais atual (4): Responsável familiar está sendo cadastrado em outro domicílio.
  • Para remover a inconsistência será necessário atualizar o domicílio anterior, marcando a opção "Mudou-se" no grupo "Famílias", onde o CNS do Responsável Familiar está referido.
  • Cidadão:
  • Responsável com mudança de território (5): O cadastro individual do cidadão possui o campo "CNS do responsável familiar" com CNS de um responsável com mudança de território.
  • Para que a inconsistência não ocorra, é necessário informar o "CNS do responsável familiar" cujo cadastro individual não possua a informação da mudança de território.
  • Responsável com óbito no cadastro individual (6): O cadastro individual do cidadão possui o campo "CNS do responsável familiar" com CNS de um responsável com óbito.
  • Para que a inconsistência não ocorra, é necessário informar o "CNS do responsável familiar" cujo cadastro individual não possua a informação do óbito.
  • Responsável não informado (7): O cadastro individual do cidadão não possui seu responsável familiar informado, ou seja, o campo "CNS do responsável familiar" está vazio e o campo "Cidadão é o responsável familiar?" foi respondido como "Não" ou encontra-se em branco.
  • Para que a inconsistência não ocorra, é necessário manter o campo "Cidadão é o responsável familiar?" como "Não" e informar um CNS do responsável familiar que possua cadastro individual no mesmo território.
  • Sem vínculo com domicílio (8):
  • Cidadão com responsável sem cadastro individual: O cadastro do cidadão está com o campo "Cidadão é o responsável familiar?" foi marcado como "Não" e o CNS indicado no campo "CNS do responsável familiar" não possui cadastro individual.
  • Para que a inconsistência não ocorra, é necessário manter o campo "Cidadão é o responsável familiar?" como "Não" e informar um CNS do responsável familiar que possua cadastro individual no mesmo território.
  • Responsável sem domicílio: O cadastro do cidadão está com o campo "Cidadão é o responsável familiar?" marcado como "Sim", declarando-o como responsável. Porém, não há domicílio cadastrado com seu respectivo CNS.
  • Para que a inconsistência não ocorra, é necessário cadastrar um domicílio informando o mesmo CNS do cidadão (campo "CNS do cidadão" no cadastro individual) no grupo "Famílias" do respectivo domicílio.
  • Cadastro individual com responsável declarado sem domicílio: O cadastro do cidadão está com o campo "Cidadão é o responsável familiar?" marcado como "Não" e não há domicílio cadastrado com o CNS do responsável familiar.
  • Para que a inconsistência não ocorra, é necessário cadastrar um domicílio informando o mesmo CNS do responsável (campo "CNS do responsável familiar" no cadastro individual) no grupo "Famílias" do respectivo domicílio.
  • Cadastro individual sem CNS e declarado como responsável: O cadastro do cidadão está com o campo "Cidadão é o responsável familiar?" marcado como "Sim", declarando-o como responsável. Porém, o campo "CNS do cidadão" está vazio.
  • Para que a inconsistência não ocorra, é necessário informar um CNS válido no campo "CNS do cidadão".

8.5.2 Relatório operacional de gestantes e puérperas

O Relatório Operacional de Gestantes/Puérperas permite o acompanhamento das mulheres que estão nesta condição. Comporão esta lista, aquelas que tiveram algum registro de condição de saúde relacionado à gestação nos instrumentos de captação de dados clínicos (PEC ou CDS), de acordo com a quantidade e qualidade do preenchimento destes instrumentos.

Para o relatório de gestantes/puérperas, são utilizados filtros diferentes do relatório de cadastro. Para o coordenador da UBS, serão disponibilizadas as opções de filtragem por “INE/Equipe” (1) e “Microárea” (2). Caso deseje listar todas as microáreas do seu território basta deixar este campo em branco (Figura 8.31).

Figura 8.31 – Filtro do relatório operacional de gestantes/puérperas, criança e risco cardiovascular – coordenador da UBS

Fonte: SAS/MS.

 NOTA: os profissionais de saúde, sem perfil de coordenação, irão observar que o filtro INE estará desabilitado, mas poderão utilizar o filtro “Microárea” para selecionar uma microárea específica.

Prioritariamente, as gestantes cadastradas no território da equipe comporão este relatório, devendo estar vinculadas a um responsável familiar, e este, vinculado a um domicílio do território. Contudo, é possível verificar se há alguma gestante sendo acompanhada, mas que está fora da área de cobertura da equipe. O relatório oferece à equipe dados relacionados à DUM, DPP, IG, informações relacionadas à última consulta pré-natal (data da última consulta e situação vacinal), status do VDRL, além da data de outras consultas e visita domiciliar realizada pelo ACS, como observado na imagem a seguir.

Figura 8.32 - Exemplo de Relatório Operacional de Gestante/Puérpera

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

8.5.3 Relatório operacional de crianças menores de 5 anos

O Relatório Operacional de Criança Menor de 5 Anos oferta aos profissionais das UBS informações importantes no acompanhamento destas crianças. Tais informações são coletadas por meio do registro de ações de saúde, tanto do Prontuário Eletrônico do Cidadão quanto da Coleta de Dados Simplificada.

Para o relatório de crianças menores de 5 anos são utilizados filtros diferentes dos outros relatórios. Para o coordenador da UBS, serão disponibilizadas as opções de filtragem por “INE”,  “Microárea” e por CID10. Para selecionar todas as microáreas este campo deve ficar em branco. O filtro baseado no CID10 pode auxiliar o acompanhamento de crianças em situações específicas, como as identificadas com a Síndrome Neurológica por Zika/Microcefalia, ou outras situações que podem ser identificadas por meio da CID10 (Figura 8.33).

Figura 8.33 - Tela do Relatório de crianças menores de 5 anos exibida com perfil de coordenador da UBS

Fonte: SAS/MS.

 NOTA: os profissionais de saúde, sem perfil de coordenação, irão observar que o filtro INE estará desabilitado, mas poderão utilizar o filtro “Microárea” para selecionar uma microárea específica, bem como um CID10.

Prioritariamente, as crianças menores de 5 anos cadastradas no território da equipe comporão este relatório, devendo estar vinculadas a um responsável familiar, e este, vinculado a um domicílio no território. Entretanto, é possível verificar se há alguma criança sendo acompanhada, mas que está fora da área de cobertura da equipe. O relatório oferece à equipe dados relacionados a realização da consulta na primeira semana de vida, se foram avaliados os testes da triagem neonatal (pezinho, orelhinha e olhinho), última consulta odontológica, última visita do ACS e os registros da última consulta de puericultura (tipo de aleitamento, status de imunização, últimas medições de perímetro cefálico, peso, altura e estado nutricional), como mostra a imagem a seguir.

Figura 8.34 - Exemplo de Relatório Operacional de Crianças menores que 5 anos

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

8.5.4 Relatório operacional de risco cardiovascular

O Relatório Operacional de Risco Cardiovascular mostra à equipe informações sobre a situação de saúde dos usuários que, de alguma forma, se enquadram num estado que apresente risco ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares. A presença de usuários neste relatório, depende de alguns fatores de risco coletados nos instrumentos de registro do e-SUS AB, seja no Prontuário Eletrônico do Cidadão, seja na Coleta de Dados Simplificada.

Neste relatório são utilizados os seguintes filtros: o coordenador da UBS terá a sua disposição as opções de filtragem por “INE/Equipe” e “Microárea” . Caso deseje listar todas as microáreas do seu território basta deixar este campo em branco (Figura 8.35).

Figura 8.35 - Tela do Relatório de Risco Cardiovascular exibida com perfil de coordenador da UBS

Fonte: SAS/MS.

 NOTA: os profissionais de saúde, sem perfil de coordenação, irão observar que o filtro INE estará desabilitado, mas poderão utilizar o filtro “Microárea” para selecionar uma microárea específica.

Os cidadãos em risco cardiovascular, cadastrados no território da equipe, comporão este relatório devendo estar vinculados a um responsável familiar, e este, vinculado a um domicílio no território. Todavia, é possível verificar se há algum cidadão sendo acompanhado, mas que está fora da área de cobertura da equipe. O relatório oferece à equipe, dados relacionados a presença de diagnóstico ou informação autorreferida de hipertensão arterial sistêmica, diabetes,  tabagismo, último IMC, data do atendimento em que foi realizada a consulta para rastreamento de risco cardiovascular e a data da última consulta para condições que ampliam o risco cardiovascular, além da consulta odontológica e da última visita domiciliar realizada pelo ACS.

Os critérios de inclusão do cidadão neste relatório são:

  • Resposta afirmativa no questionário autorreferido de condições da Ficha de Cadastro Individual para os itens "Tem hipertensão arterial?"; "Tem diabetes?"; "Teve AVC / derrame?"; "Teve infarto?"; "Tem doença cardíaca / do coração?"; "Tem ou teve problemas nos rins?"; "Está fumante?".
  • CID e/ou CIAP informado(s) no atendimento PEC ou na Ficha de Atendimento Individual de acordo com o Quadro 8.1;
  • Opções "Hipertensão arterial"; "Diabetes"; "Obesidade"; "Tabagismo" marcada na Ficha de Atendimento Individual;

Figura 8.36 - Exemplo de Relatório Operacional de risco cardiovascular

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

Quadro 8.1 - Códigos CIAP2 e CID10 para o Relatório de Risco Cardiovascular

Condição

CIAP2

CID10

Hipertensão Arterial (HAS)

K86, K87

I10, P292, K766, I270, I272, que contenha o código I13, que contenha o código I15

Diabetes (DIA)

T90, T89

que contenha o código E10, que contenha o código E11, que contenha o código E12, que contenha o código E13, que contenha o código E14, que contenha o código O24, E232, N083, N251, P700, P702

Tabagismo

P17

Z720

Obesidade

T82

que contenha o código E66

AVC

K89, K90, K91

G45, G46, I60, que contenha o código I61, I62, que contenha o código I63, I64, I65, I66, que contenha o código I67 (exceto I674), I68, I69

Infarto

K75, K78

que contenha o código I21, que contenha o código I22, que contenha o código I23, I241, I48

Doença Cardíaca

K74, K76, K77, K79, K80, K82, K83, K84, K99

I20, I240, I249, I25, I50, I47, I49, I27, I28, I34, I35, I36, I37, I31, que contenha o código I42 (exceto I424), I43, I44, I45, I46, I51, I52, O903, I71, I72, I77, I780, I788, I789, I79, I85, I86, I871, I879, I890, I98, I99, M30, M31, R57, T063

Rins

U70, U71, U72, U75, U76, U77, U78, U79, U80, U85, U88, U90, U95, U98, U99

N10, N11, N12, N151, N159, N30, N390, A560, A562, A590, B374, N34, C64, C65, C67, C66, C68, D30, D099, D091, D41, S370, S371, S372, S373, T190, T191, T283, Q60, Q61, Q62, Q63, Q64, N00, N01, N03, N04, N05, N07, N08, N14, N150, N158, N16, N392, 20, N21, N22, N391, R80, R81, R82, N06, N13, N17, N18, N19, N25, N26, N27, N28, N29, N31, N32, N33, N35, N36, N37, N398, R392, T198, T199, Z905, Z906

Rastreamento Risco Cardiovascular

K22

Z136, Z824

Fonte: SAS/MS.

8.6 Relatórios Descontinuados

 ATENÇÃO: para garantir a continuidade de ações específicas no uso dos relatórios descritos na Seção 8.3, estes relatórios foram mantidos no sistema, entretanto, devido a reestruturação do módulo de relatórios, estes serão descontinuados em próxima versão do sistema.

O Sistema e-SUS AB traz sete tipos de relatórios consolidados: Atendimento, Acompanhamento, Procedimentos, Exames, Conduta, Monitoramento e Consolidado do Cadastro. Cada um traz informações específicas coletadas tanto por meio das Fichas de Coleta de Dados Simplificada (CDS), como por meio dos registros do Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC).

Cada relatório disponibiliza dados consolidados referentes ao registro das ações de saúde tanto nas Fichas da Coleta de Dados Simplificada (CDS), tanto nos registros do Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC). Estes dados trazem informações de quantidades de atendimento por tipo, cadastro do território, exames solicitados e avaliados etc.

8.6.1 Atendimentos

Mostra informações relacionadas ao tipo de atendimento que foi realizado pela equipe e ao local de realização de atendimentos e procedimentos, tendo em vista que as ações de saúde não são realizadas apenas nas unidades de saúde, elas também extrapolam os muros do serviço de saúde.

Uma série de informações relacionadas aos atendimentos são gerados neste relatório, como a quantidade de atendimentos, sejam elas consultas ou realização de procedimentos, por tipo e local de atendimento como mostra a imagem abaixo:

Figura 8.37 - Exemplo de Relatório de atendimento

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

8.6.2 Acompanhamento

Traz informações relacionadas aos motivos de visita domiciliar realizada pelos Agentes Comunitários de Saúde e aos principais problemas ou condições avaliadas, que são registrados nos atendimentos realizados pelos demais trabalhadores da equipe.

Figura 8.38 - Exemplo de Relatório de acompanhamento (pág. 1)

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

Figura 8.39 - Exemplo de Relatório de acompanhamento (pág. 2)

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

8.6.3 Procedimentos

Permite visualizar a quantidade de procedimentos realizados pela equipe. Podem ser vistos, inclusive, os procedimentos feitos durante as consultas odontológicas, informação que agora poderá fomentar melhor a gestão do processo de trabalho destes profissionais.

Figura 8.40 - Exemplo de Relatório de procedimentos

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

8.6.4 Exames

Este relatório foi pensado para permitir que a equipe de saúde possa enxergar dados de solicitação e avaliação de exames que foram solicitados durante os atendimentos individuais, podendo ser utilizado para analisar o acesso do cidadão a serviços de diagnóstico.

Figura 8.41 - Exemplo de Relatório de exames

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

8.6.5 Conduta

Este relatório aproxima a equipe das informações de desfecho das suas ações de saúde, por meio de uma consulta ou visita domiciliar, com vistas a analisar o grau de resolubilidade do serviço de saúde, além de quantificar e qualificar os encaminhamentos realizados para serviços internos à UBS ou externos na rede de saúde.

Figura 8.42 - Exemplo de Relatório de conduta

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

8.6.6 Monitoramento

Incentiva as equipes a monitorarem suas atividades, principalmente com relação às ações de vigilância em saúde bucal, ações a usuários em Atenção Domiciliar - seja os acompanhados pelas equipes do Programa Melhor em Casa, seja os acompanhados pela própria equipe de Saúde da Família ou Núcleos de Apoio à Saúde da Família. Além destas, também é possível monitorar as ações de busca ativa dos ACS em suas visitas domiciliares e as ações e temas realizados durante as atividades coletivas e reuniões de equipe.

Figura 8.43 - Exemplo de Relatório de monitoramento (pág. 1)

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

Figura 8.44 - Exemplo de Relatório de monitoramento (pág. 2)

Uploaded by Awesome Screenshot Extension

Fonte: SAS/MS.

8.6.7 Cadastro territorial

Permite que a equipe possa acompanhar a situação de saúde do seu território. Neste relatório, estão disponíveis várias informações a respeito do cadastro de usuários do território, condições gerais dos domicílios, situação sociodemográfica e informações sobre usuários em situação de rua, necessárias para o planejamento das ações de saúde no território. É possível observar estas informações por mês de competência ou por série histórica. As possibilidades de visualização são em formato PDF para impressão ou em formato CSV para utilização em planilhas eletrônicas ou pacotes estatísticos.

Figura 8.45 - Exemplo de relatório consolidado de cadastro do território - competência mensal

Uploaded by Awesome Screenshot Extension
Fonte: SAS/MS.

O relatório com série histórica apresenta uma série de informações consolidadas por mês possibilitando o acompanhamento do comportamento de diversas variáveis contidas no cadastro do território. Também é possível acompanhar a situação demográfica do território em uma série histórica.

Figura 8.46 - Exemplos de relatórios com série histórica do cadastro

rel_cad_SH.png

Fonte: SAS/MS.


[1] Segundo a Política Nacional de Atenção Básica (BRASIL, 2011), “adscrição de usuários” é um processo de vinculação de pessoas e/ou famílias e grupos a profissionais/equipes, com o objetivo de ser referência para o seu cuidado.

[2] Em caso de re-territorialização, os logradouros, domicílios ou cidadãos que fiquem fora da área de cobertura da equipe poderão ser identificados com o status “Fora de Área”, sendo identificados desta forma nos relatórios e no filtro “microárea”.



Publicação Realizada em: .
Última Atualização em: .