Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto   
Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto   
  
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

O SUS das Prticas Integrativas: Shantala

Data de publicao: 14/06/2017

Tcnica trazida da ndia fortalece vnculo entre me e beb em Lapo (BA)

A experiência com as Práticas Integrativas e Complementares (PICS) é recente no município de Lapão, na Bahia. As oficinas de Shantala começaram a ser ofertadas no início do ano. Até o momento, a prática foi implantada em cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS), mas a previsão é que se expanda para as outras cinco ainda este ano. A técnica é oferecida por meio de demanda espontânea e oficinas com grupos de gestantes .

A Shantala é uma massagem para bebês que surgiu no Sul da Índia. A técnica foi difundida no ocidente pelo médico francês Frederick Leboyer. Estudos mostram que o método terapêutico pode trazer benefícios respiratórios, digestivos, imunológicos, relaxantes e analgésicos.

O projeto de implantação teve apoio do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e coordenado pelo Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) em Lapão (BA). Durante as oficinas de Shantala, é ensinada a técnica e apresentados os benefícios relacionados a essa prática. As gestantes são orientadas a levarem bonecas e as mães os bebês para aprenderem na prática.

“No mês de maio, atendemos 55 pessoas. A expectativa é de que por meio das oficinas programadas para os próximos meses, contabilizando gestantes, mães e filhos seja alcançado um número de 200 pessoas, podendo ser maior”, conta a fisioterapeuta da equipe Nasf Milena de Almeida, que trabalha no programa.

O recurso é indicado às gestantes e às mães com bebês até os seis meses de idade para contato inicial com a técnica. Não é recomendável realizar a massagem quando o bebê estiver com dor ou irritado, para que seja sempre associada a um momento de prazer. Os benefícios são: fortalecimento do vínculo afetivo do bebê com quem realiza a massagem, auxílio à digestão, alívio de cólicas e fortalecimento do sistema imunológico do bebê.

Mais PICS
O primeiro passo do município para a oferta de PICS foi a Shantala, porém já está em andamento o processo de implantação do “Cura Nativa”, que consiste no cultivo de plantas medicinais junto à comunidade. O projeto será coordenado pelos farmacêuticos da equipe NASF. Além disso, profissionais da rede estão fazendo curso em auriculoterapia, formação oferecida pelo Ministério da Saúde em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), para implantar a prática no município.

“Os bons resultados das PICS no cuidado à saúde dos cidadãos têm estimulado à equipe a buscar formação e a gestão municipal a investir em novas práticas integrativas. Demos o “pontapé” inicial com as oficinas de Shantala e pretendemos ampliar o acesso e avançar com a implantação de outras técnicas”, explica Milena de Almeida.  

Curiosidade
A técnica foi trazida para o ocidente pelo ginecologista francês Frédérick Leboyer por volta da década de 1970, depois de uma viagem à Índia. O médico ficou encantado com uma mãe massageando seu bebê. Pesquisou sobre a massagem que era tradição e batizou a técnica com o nome da mulher: Shantala. 

Boas experiências
Na semana que vem, descubra como a Biodança mudou a realidade de Joinville (SC). Histórias como a de Lapão ocorrem em todo o país. Se no seu município há oferta de osteopatia, musicoterapia, quiropraxia, Ayurveda, dança circular, acupuntura, Terapia comunitária integrativa ou Yoga, envie sua história para o e-mail: educomunicacao.dab@gmail.com. Queremos divulgar experiências bem sucedidas para incentivar outros municípios a investirem na estruturação das PICS, bem como na melhoria da promoção, prevenção e cuidado da população.

Leia também
O SUS das Práticas Integrativas: Arteterapia
O SUS das Práticas Integrativas: Meditação
O SUS das Práticas Integrativas: Naturopatia
O SUS das Práticas Integrativas: Medicina Tradicional Chinesa
O SUS das Práticas Integrativas: Fitoterapia
O SUS das Práticas Integrativas: Reflexologia


Fonte: -
Autor(es): -