Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto    facebook   flickr   youtube   
Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto    facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

III Seminrio Nacional do Programa Academia da Sade

Data de publicao: 14/06/2018


A Coordenao Geral de Alimentao e Nutrio (CGAN) realizou o encontro que reuniu gestores estaduais e municipais para debater melhorias no programa


"vamos ativar esse polo. Isso aqui também é saúde". Essas foram as palavras da fisioterapeuta Talita Vieira, de Balneário Piçarras, sobre um dos polos do Programa Academia da Saúde do município localizado em Santa Catarina. O espaço onde eram realizadas as oficinas e a programação precisavam de revitalização para atender a comunidade e, assim, ter melhor desempenho no território.

O trabalho, desenvolvido pela profissional e sua equipe, foi uma das experiências exitosas apresentadas no III Seminário Nacional do Programa Academia da Saúde, que aconteceu nos dias 5 e 6 de junho, em Brasília. Representantes da organização Pan-Americana no Brasil, da Secretaria de Vigilância em Saúde, das áreas de saúde do adolescente, do idoso e do homem do Ministério da Saúde, participaram do evento.

Dentre as potencialidades citadas para fortalecimento do serviço, Talita destacou a autonomia de gestão, o investimento de recurso e a competência técnica da equipe qualificada. “É fundamental ter uma gestão que acredite e invista recursos no programa. A capacitação dos profissionais qualifica ainda mais o trabalho desenvolvido. O resultado dessas ações está mudando a vida das pessoas, que passaram a participar mais das oficinas – o polo conta com 90% de frequência dos inscritos nas atividades – e se apropriaram dos discursos para trazer mais alunos”, relatou.

O encontro contou com a representatividade de 16 estados e foi marcado por debates sobre o fortalecimento do cuidado na Atenção Básica por meio do Programa Academia da Saúde, a inclusão de crianças, jovens e idosos nas ações do Programa e a importância de serem considerados os determinantes sociais da saúde no desenvolvimento dos serviços oferecidos nos municípios. Também foram debatidos fluxos e uso dos recursos de investimento e custeio pelos municípios.

“As referências estaduais tiveram a oportunidade de apresentar estratégias desenvolvidas para apoio aos municípios, bem como, apresentar os principais problemas que enfrentam e como o Ministério da Saúde pode contribuir com a resolução dificuldades”, explicou Danielle Alencar, coordenadora do Academia da Saúde/DAB/MS.

De acordo com a Coordenadora Técnica, o resultado do encontro foi um plano de ação conjunto com três eixos – formação, apoio técnico e divulgação – pactuado com os presentes. “Reunimos demandas apresentadas às nossas demandas e capacidades para alinharmos em eixos e ações que executaremos até 2019”, relatou Danielle. 

Fotos  

Academia da Saúde - Lançado pelo Ministério da Saúde em 2011, o programa Academia da Saúde é uma estratégia de promoção da saúde e produção do cuidado que funciona com a implantação de espaços públicos conhecidos como polos e são dotados de infraestrutura, equipamentos e profissionais qualificados. Como ponto de atenção no território, complementam o cuidado integral e fortalecem as ações de promoção da saúde em articulação com outros programas e ações como a Estratégia da Saúde da Família (ESF), os Núcleos de Apoio à Saúde da Família e a Vigilância em Saúde.

Confira as apresentações realizadas no III Seminário Nacional do Programa Academia da Saúde

III Encontro do Programa Academia da Saúde _ap_Danielle Cruz

Credenciamento e Financiamento dos Polos do Academia da Saúde

Construção do Polo da Academia da Saúde

Programa Multiprofissional de Cuidados ao Paciente Obeso Infanto Juvenil

Recomendações de atividade física para a saúde a partir das práticas exitos

Planejamento Geral do Programa Academia da Saúdeas do SUS


Fonte: - Autor(es): -