Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto    facebook   flickr   youtube   
Aumentar a fonte do texto Normalizar a fonte do texto Diminuir a fonte do texto    facebook   flickr   youtube   
  

facebook   flickr   youtube   
Ministério da Saúde - MS
Secretaria de Atenção à Saúde - SAS
Departamento de Atenção Básica - DAB

 

Comea perodo de adeso ao ciclo 2019-2020 do PSE

Data de publicao: 05/11/2018


Os municpios tero de 19 de novembro a 15 de fevereiro de 2019 para aderirem ao Programa Sade na Escola


A adesão ao novo ciclo do Programa Saúde na Escola (PSE), biênio 2019-2020, começa dia 19 de novembro e vai até o dia 15 de fevereiro de 2019. O processo é feito pelo e-Gestor Atenção Básica. O acesso deve ser feito com CPF e senha do perfil cadastrado como “gestor municipal” vinculado ao “módulo PSE”. Caso o gestor não tenha entrada habilitada ou perfil no módulo PSE, é o CNPJ e a senha do Fundo Municipal de Saúde que deve gerenciar o cadastro.

Antes de aderir ao PSE, os representantes municipais da saúde e da educação devem definir junto com as escolas quais serão inscritas no PSE. As escolas aderidas deverão assumir o compromisso, em conjunto com as equipes da Atenção Básica, de desenvolver atividades para todos os educandos e durante todo o ciclo de 12 ações.

As estratégias estão previstas na Portaria nº 1.055 de 2017 e podem ser combinadas, levando em consideração o nível de ensino, as demandas da escola, do território e a análise de situação de saúde do território. As ações são:

  1. Ações de combate ao mosquito Aedes aegypti;

  2. Promoção das práticas corporais, da atividade física e do lazer nas escolas;

  3. Prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas;

  4. Promoção da cultura de paz, cidadania e direitos humanos;

  5. Prevenção das violências e dos acidentes;

  6. Identificação de educandos com possíveis sinais de agravos de doenças em eliminação;

  7. Promoção e avaliação de saúde bucal e aplicação tópica de flúor;

  8. Verificação e atualização da situação vacinal;

  9. Promoção da alimentação saudável e prevenção da obesidade infantil;

  10. Promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração;

  11. Direito sexual e reprodutivo e prevenção de DST/AIDS; e

  12. Promoção da saúde ocular e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração.

 

Saiba mais

Portal e-Gestor: https://egestorab.saude.gov.br/